A Bela Adormecida

A bela adormecida

A bela adormecida

Em um dia ensolarado e feliz,nascia a princesa Aurora. O rei ordena que fizessem uma grande festa celebrando o nascimento de sua linda herdeira e convidou todas as fadas do reino, deixando de lado apenas uma. Cada fada presenteou a princesinha com um dom: beleza, bondade, alegria, inteligência e amor. 

De repente, apareceu a bruxa Malévola, furiosa por não ter sido convidada para a festa; e lançou a maldição de que a princesa, ao completar dezesseis anos, espetaria o dedo e morreria. Para amenizar a situação, a fada Flora consegue diminuir o feitiço, e afirma que a princesa não morreria, mas sim dormiria um sono profundo, até que o beijo de um príncipe a despertasse.

Compartilhar no Facebook
 
 

Festival de Salto-SP

Festival Nacional de Teatro de Salto-SP

Aulas de Teatro

Aulas de Teatro

A Absurda Comédia de Duas Vidas

Absurda

Você está aqui: Principal | O Grupo | Sinopses | A Bela Adormecida